2 comentários

As 12 melhores porradas do cinema

by on outubro 7, 2013
 

Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Cacetada, pancada, sova de pau, bordoada, murro, luta, arranca-rabo, bafafá… Deu pra entender né? VagantePop fornece a lista definitiva dos 12 melhores duelos que já agraciaram a telona até 2013. Veja esses vídeos e automaticamente torne-se um lutador melhor (VagantePop não se responsabiliza se isso não acontecer, ou se você tentar imitar alguma cena aqui mostrada, rapaz tu é doido de pedra).

12 – Homem Aranha vs Dr. Octupus (Homem Aranha 2, de Sam Raimi, 2004)

Lembra quando o Aranha não era emo? Quer dizer, não tão emo quanto a versão de Marc Webb (putz, que reboot de merda). Antes do terceiro filme da franquia de Raimi ter cagado tudo, Aranha 2 concebeu para o cinema a única luta de super herói “sincera”. Onde os dois lados se batem, dá para acompanhar, há intensidade, criatividade e ângulos malucos. Se você ignorar (alerta de nerdice) que o Dr.Octupus não tem super resistência, a luta é perfeita.

11- Hit Girl vs Capangas (Kick Ass – Quebrando Tudo, de Matthew Vaughn, 2010)

É mais um massacre do que uma luta, todavia isso não tira a beleza de uma garotinha espancando homens que na teoria ela nem teria nenhuma chance. E a trilha, Bad Reputation, só deixa tudo melhor.

10- Rocky Balboa vs Apollo Creed (Rocky – Um Lutador, de John G. Avildsen, 1976)

O ápice da força de vontade, onde o subestimado, aquele não tinha chance, vai além dos limites e mostra para Apollo o que é uma luta de verdade.

09- – Yu Shu Lien vs Jen Yu (O Tigre E o Dragão, de Ang Lee, 2000)

Uma espada, a espada suprema para ser mais especifico, contra várias armas. É o que Michelle Yeoh, na pele de Yu Shu Lien, e a bela Ziyi Zhang, como Jen Yu mostram nesse embate.

08- Bourne vs Castel (A Identidade de Bourne, de Doug Liman, 2002)

Castel (Nicky Naudé), que aparece do nada, causa a maior destruição domiciliar já vista em Hollywood. Sem contar que essa treta ajuda a resolver dúvidas filosóficas. O que é mais forte? A espada, nesse caso representado por uma faca, ou a caneta? Essa pergunta ancestral é respondida aqui sem deixar um menor vestígio para interpretações.

07- Fei-hung vs John – (O mestre invencível, de Chia-Liang Liu e Jackie Chan, 1994)

Jeremias se pudesse matava mil, certo? Bem, Jackie Chan pode, como ele demostra no decorrer desse filme, apesar de que o mocinho não chega a matar ninguém. Se bem que muitos iam querer, depois de tantos sopapos, estar debaixo de sete palmos de terra. Como é o caso do vilão John que experimenta o punho de bêbado de Wong Fei-hung (Jackie Chan) nessa sequência.

06- Oh Dae-Su vs Manolos da Prisão Particular (Oldboy, o original, não a droga do remake americano, de Chan-wook Park, 2003)

Isso é uma rusga sem frescura, sem coreografia, rinha de verdade. Ou o mais perto disso nessa lista. Oh Dae-Su quer adquirir respostas do homem que administrava uma prisão particular, pois é, onde ficou preso por 15 anos. Para sair de lá vivo ele vai na mão e no martelo, sem nenhuma técnica, contra uns trinta capangas. É uma sequência sem corte, uma luta sem estilo e totalmente sensacional.

05- Black Mamba/”A Noiva” vs Gogo Yubari (Kill Bill Vol 01, de Quentin Tarantino, 2003)

Uma colegial não é nenhum obstáculo para uma assassina profissional em busca de vingança certo? Não se essa colegial é a insana Gogo, armada de uma bola de ferro amarrada em uma corrente, com direito a laminas retraídas. Essa garota chega a ser mais perigosa do que boa parte do “Esquadrão das Víboras Assassinas” que a Noiva busca vingança.

Curiosidade: O nome da protagonista nunca é dito no Volume 1, mas ele aparece na passagem de avião da mesma, foi um detalhe bacana para quem tem olhos rápidos.

04- Sem Nome vs Céu (Herói, de Yimou Zhang, 2002)

No começo do filme, Sem Nome conta seu embate contra a lança mais forte para o Imperador. O combate desses dois artistas marciais é marcado pela coreografia típica dos filmes chineses, com pequenos voos para deixar a luta mais magistral e a música de um velho que acompanha todos os momentos do duelo, seja ele na prática ou na mente de ambos.

03- Tang Lung, o Dragão vs Colt – ou se você preferir, Bruce Lee Vs Chuck Norris (O Vôo do Dragão, de Bruce Lee, 1972)

Essa é para quem acredita que o Chuck Norris é o pica das galáxias, o bambambã e o escambau. Bruce Lee nesse combate limpa o chão com o manolo. Com direito a arrancada de pelo cabeludo, crueldade, e a vários socos e chutes acompanhados do tradicional grito de Lee. Sem contar a presença de um bichano, sabe se lá o porquê, assistindo tudo.

02- Rama e Wahyu vs Bandidos (Operação Invasão, de Gareth Evans, 2011)

Rama, um jovem policial, tem que lutar com muitos bandidos em um laboratório de metanfetamina. Junto dele esta o tenente Wahyu, um velho que também manja dos paranauê. As porradas nessa sequência, com direito a cadeirada, são tão verídicas que chegam a doer no espectador.

01 – Kham vs “Escada” (O Protetor, de Prachya Pinkaew, 2005)

Olha, eu não sei quanto a você, mas se alguém chega no meu restaurante de luxo, querendo seu elefante de volta, depois de ter espancado o prédio inteiro onde fica o estabelecimento VIP, bem eu entregaria o maldito elefante de volta, mesmo se não tivesse um. Johnny acha isso pouco e tenta lutar contra Kham (não o do Star Trek, e sim o sinistro Tony Jaa) depois disso tudo, e bem, confira o resultado nessa que a maior sequência de luta sem cortes do cinema.

Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0
comentários
 
Deixe uma resposta »

 
    • Calhorda Explosivo
      novembro 5, 2013 at 9:35 pm

      Valeu rapaz, finalmente alguém que curtiu totalmente a lista. Recebi muita gente reclamando no Caralivro (Facebook) sobre a Hit-Girl tá lista já que ela senta o pipoco no vídeo e não a porrada … Pensando em revisar isso. Bem, quem sabe no fim do mês?

      Responder

Deixe uma resposta