0 comentários

Capitã Marvel – a surpresa da Marvel no cinema

by on novembro 5, 2014
 

Compartilhe!Share on Facebook5Tweet about this on TwitterShare on Google+0

A maior surpresa entre todos os títulos listados para a fase 3 do universo Marvel no cinema, o longa da Capitã Marvel é um projeto ainda em estado inicial de desenvolvimento, com poucas informações liberadas até então. Mas, Kevin Feige, produtor cinematográfico do estúdio, explicou que a heroína do longa será Carol Danvers e que a trama irá ocorrer tanto na Terra quanto fora dela, explorando o lado espacial/ cósmico.

Segundo Feige, em breve informações sobre o elenco e diretor devem ser divulgadas.  Em uma recente entrevista Jessica Chastain, disse que estava em processo de negociação com o estúdio, o que logo gerou uma onda de boatos colocando-a como a heroína, entretanto a atriz logo desmentiu tal rumor. Mas, quem afinal é a Capitã Marvel? Compilei abaixo as principais informações da história da heroína nas HQs. Todavia, provavelmente o filme deve adaptar ou criar uma abordagem diferente.

cm5

Jessica Chastain viverá a Capitã Marvel no cinema?

A primeira aparição de Carol Danvers aconteceu em 1968, criada por Roy Thomas e Gene Colan, para uma mini-série do Capitão Marvel. Inicialmente sua figura se limitava a um personagem de suporte, sendo o interesse romântico do herói Kree, Mar-Vell. Contudo, pouco tempo depois a Marvel resolveu que já era hora de estabelecer uma poderosa personagem feminina para sua linha de HQs. Visando representar o novo modelo de valores da liberação feminina, a Miss Marvel foi a escolhida para combater a diferença de gêneros, ou seja, deixando de lado a figura de interesse romântico do herói em segundo plano e ganhando suas próprias aventuras.

Retratada como uma perspicaz e capacitada mulher, Carol conquistou seu espaço em áreas comumente dominadas pela presença masculina, tendo sido piloto das forças aéreas norte americana e agente da CIA. Devido ao seu grande talento Carol foi solicitada pela NASA para ser chefe de segurança, onde conheceu Dr. Phillip Lawson (identidade civil do Capitão Marvel).

cm2

No início Carol e a Miss Marvel tinham personalidades diferentes.

Em um ataque realizado por Yon-Rogg, o vilão usou de uma antiga tecnologia Kree que acabou explodindo, expondo alta quantidade de radiação. O Capitão Marvel se entrepôs entre Carol e a energia, mas parte dela e do poder de Mar-Vell tiveram contato com a jovem, com isso o DNA da jovem passou a ter traços Krees – sendo responsáveis por seus super poderes. Adotando o alter ego de Miss Marvel, a heroína possui basicamente os mesmos poderes do Capitão Marvel, o que inclui: voo, super força e capacidade de absorver e redirecionar feixes de energia e uma espécie de sétimo sentido – a possibilita de prever perigos iminentes. Em suas histórias, Miss Marvel sempre foi retratada como uma personagem focada e durona, claramente respaldadas em sua formação militar. Tornando-a uma estrategista nata e ótima líder de campo, pronta para receber e dar ordens aos demais membros do grupo.

A trajetória da personagem desde sua criação até os dias atuais foi bem confusa. Logo a heroína se tornou membro fixo do grupo dos Vingadores, mas isso não lhe garantiu grandes momentos, tendo passado por dilemas pessoais e alguns bizarros acontecimentos. Entre eles: teve seu namorado assassinato pela mutante Mística; perdeu seus poderes ao enfrentar Vampira; ganhou outros poderes e adotou o nome de Binária; sofreu com problemas de alcoolismo e depressão; e por fim e mais estranho caso de estupro e gravidez já visto nas HQs – sendo teleportada para uma dimensão paralela, sendo mentalmente controlada e consequentemente estuprada por Marcus, filho de Immortus, para que ela pudesse ter um filho dele na Terra, que se tornaria ele mesmo (confuso? acredite se puder, mas foi isso mesmo).

cm1

Ao longo dos anos a heroína já teve vários visuais. O original remetia as cores clássicas do Capitão Marvel. O segundo uniforme foi utilizado por Carol durante a maior parte de sua trajetória. Quando adotou a identidade de Binária e Warbird, a personagem também teve trajes diferentes. Atualmente, ao adotar o manto de Capitã Marvel, seu visual foi novamente alterado, retornado a base azul e vermelho – deixando de lado o bacana, porém sexista uniforme preto de Miss Marvel.

Vale destacar que a primeira Capitã Marvel nas HQs foi Monica Rambeau, que apesar do nome não tinha nenhuma relação nem com Carol Danvers ou Mar-Vell. Na verdade o nome foi dado pela imprensa, somente pela semelhanças dos poderes. Posteriormente com o retorno do Capitão Marvel, Monica adotou outras identidades, como Fóton e Pulsar.

monica

O primeiro e o atual visual de Monica. Apesar dela ter sido a primeira Capitã Marvel nas HQs ela não tem nenhuma ligação com Carol.

Devido à falta de informações é complicado falar qualquer coisa sobre o filme, sendo uma verdadeira incógnita (talvez, pelo fato de se estender ao espaço pode ligar a personagem aos Guardiões da Galáxia? É uma possibilitada…). Mas assim como os outros projetos confirmados pelo estúdio para a fase 3, a Marvel terá muito trabalho pela frente, ainda mais por grande parte os heróis serem desconhecidos do grande público e também pela própria falta de conteúdo realmente relevante deles. Entretanto, pelo que a Marvel vem fazendo até então, ela merece um voto de confiança.

Compartilhe!Share on Facebook5Tweet about this on TwitterShare on Google+0
Seja o primeiro a comentar!
 
Deixe uma resposta »

 

Deixe uma resposta