4 comentários

Crítica – Pokémon Omega Ruby e Alpha Sapphire (2014, 3DS)

by on novembro 20, 2014
 

Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Você se lembra de Pokémon Ruby? E Pokémon Sapphire? Faz mais de uma década que eles saíram para Game Boy Advance e agora esses jogos portáteis ganham vida nova no Nintendo 3DS/2DS. Será que a terceira geração de Pokémon ganhou uma boa repaginada em Pokémon Omega Ruby e Pokémon Alpha Sapphire? A aventura começa do mesmo jeito que no saudoso GBA. Seu personagem, um garoto ou uma garota, esta se mudando para região de Hoenn para se juntar ao seu pai, Norman, um líder de ginásio. Claro que isso acarreta em você se tornar um treinador de Pokémons e embarcar numa jornada para se tornar o melhor dos treinadores. Para isso você terá que adquirir as tradicionais oito insígnias, antes de desafiar a Elite dos Quatro, e no meio do caminho ainda terá que encarar o Time Magma, em Pokémon Omega Ruby, e o Time Aqua, em Pokémon Alpha Sapphire. Conseguirá o jogador se tornar um campeão do mundo Pokémon e impedir os times Magma e Aqua de utilizarem Groundon e Kyogre, respectivamente, para a destruição do mundo? E mais importante… Vale a pena embarcar nessa aventura em Hoenn?

mega_hoenn_starters_by_arkeis_pokemon-d7lphnq

As mega formas dos Pokémons iniciais de ORAS

Um problema que esse game encara logo de cara é que ele foi lançado muito próximo de Pokémon X e Pokémon Y, então não há aquele fator de grandes novidades que as versões X/Y trouxeram para os fãs. Ainda mais que a história desses remakes é a mesma das versões originais. Com a adição das Mega Evoluções no meio da quizumba e do “Episódio Delta” após a campanha principal. E quem reclamou que a jornada foi muito fácil em X/Y, vai continuar “fulo da vida” em ORAS (Omega Ruby/Alpha Sapphire), pois esse game é voltado para um público mais jovem, então nada de combates muito complicados nessa aventura.

Curiosamente alguns dos elementos de X/Y não aparecem em ORAS, como a habilidade de customizar o visual de seu treinador. Contudo as Bases Secretas (Secret Bases) do Ruby/Sapphire originais voltam com tudo nesses games. É possível achar espalhado por toda Hoenn buracos especiais onde tu pode criar seu cantinho especial, que você irá customizar do jeito que quiser, com bonecos e outros apetrechos. E, se quiser, pode compartilhar esse seu “local mágico” com outros jogadores, podendo até tornar esse esconderijo em um ginásio não oficial. Bacana, não? Ah, tendo Omega Ruby/Alpha Sapphire junto de Pokémon X/Y, com muito trabalho você poderá capturar todos os 719 Pokémons pela primeira vez nessa geração 3DS. Para quem é viciado em completar a Pokédex, é um baita desafio.

Para ajudar quem sonha em ser um mestre Pokémon e completar a Pokédex, esse jogo vem com um novo recurso chamado DexNav. Com o DexNav fica fácil achar um Pokémon que aparece só em certas partes do dias, certos locais ou em condições únicas. Utilizando o DexNav é possível ver o mapa da região onde você se encontra, exibindo a silhueta de todos os Pokémons encontrados; mostrando-os com o desenho completo depois de capturados. Quando todas as criaturas são capturadas em determinado lugar, uma coroa é exibida no DexNav da região.

orasdexnav

DexNav em ação e alguns dos visuais do Pikachu fazendo cosplay

Depois de ter encontrado um Pokémon pela primeira vez, é possível visualizar as informações daqueles monstros do mesmo tipo que ainda estão escondidos no mato. Quanto mais for encontrado do mesmo tipo, maior se torna o número de “Search Level”. Quanto maior o “Search Level”, melhores são suas chances de encontrar um Pokémon raro, com habilidades especiais e, talvez, golpes geralmente não aprendidos apenas subindo de nível.

Esse game também traz o exclusivo Pikachu Cosplayer. Essa versão especial do rato elétrico favorito de todo mundo pode ser adquirido nos Concursos Pokémons. Esse Pikachu especial não pode ser trocado ou evoluído, mas dependendo da roupa que ele utiliza, o bichano pode adquirir golpes únicos. O Pikachu Roqueiro, por exemplo, consegue aprender Meteor Smash. É uma ideia bacana, pena que se limita apenas ao Pikachu.

Mas o que muda um bocado o jogo é a nova habilidade chamada Soar. Essa habilidade é exclusiva a Latios ou Latias, e só estará disponível para você do oitavo ginásio em diante. Não é um movimento que ocupa espaço que nem os HMs Fly ou Cut, Soar é utilizável com um item especial, a Eon Flute, ainda bem. Com o Soar você irá subir em Latios/Latias como se eles fossem seu jato particular e assim poder explorar os céus de Hoenn. Essa habilidade te permite chegar aos Mirage Spots, locais únicos onde você irá encontrar Pokémons raros e lendários dos outros jogos Pokémons, incluindo Raikou, Reshiram, Dialga e muitos outros.

img_01_thumb1

Os Mirage Spots

Falando em HMs, ORAS obriga você a utilizar essas habilidades o tempo todo. Então se prepare para ter um ou dois Pokémons no seu time sendo completamente inúteis, lotados de HMs, até você passar do oitavo ginásio. Sei que HMs fazem parte da exploração dos games Pokémon, mas eles limitam demais os times. Poderiam ser trocados por itens especiais, que nem o Soar. Não é nada que estrague os jogos, mas torna as experiências menos dinâmicas e com partes um tanto tediosas. Felizmente Flash não é mais um HM pelo menos.

Depois de terminar a campanha principal, além do Episódio Delta (seu treinador+Rayquaza salvando o mundo de meteorito com um misterioso Pokémon dentro dele), você realmente poderá entrar de cabeça nas batalhas onlines contra outros jogadores. O modo online de ORAS, aliás, tem opções de limitar os tipos de Pokémons que serão usados no combate e outros detalhes técnicos, que serão muito úteis para quem curte jogar Pokémon em competições. Criar um time realmente competitivo online é um baita desafio, e pode te fazer gastar centenas de horas nisso, então encare os combates online por sua conta e risco. Ah, fica a dica de usar o Wonder Trade só quando estiver mais no final da campanha principal, pois receber um Pokémon de nível muito alto nessa troca aleatória no começo de sua jornada irá facilitar demais o jogo, tirando qualquer desafio dessa aventura. Que já não é muito difícil.

Outros detalhes que é bom saber sobre ORAS: Você pode trocar as criaturas desses games com as de X/Y sem precisar do Pokémon Bank. O overtraining de X/Y volta a dar as caras nessa versão. Os levels dos treinadores em ORAS são menores do que as versões originais de Ruby e Sapphire. Muitas Mega Stones estão escondidas no cenário, que nem em X/Y. Você pode lutar novamente contra os NPCs já derrotados. As hordas de Pokémons (hordes) só aparecem nesse game utilizando mel.

Pokémon Alpha Sapphire e Omega Ruby são sucessores mais do que dignos dos clássicos de GBA. Adicionar gráficos e sons modernos à aventura em Hoenn fez muito bem para o universo de Ruby/Sapphire. Se você jogou os originais, vale a pena revistar essas ilhas, só por conta da nostalgia. Se você está em busca de um semi RPG leve, essa é uma jornada que irá tomar um bocado de seu tempo. Se tu ama Pokémon, tu já comprou esse jogo. Contudo, se você curte Pokémon, mas acabou de jogar X/Y, pode dar um tempo antes de embarcar em Alpha Sapphire e Omega Ruby. São umas 23 horas de jogatina, só na história principal. E olha que depois da Elite Four ainda tem muito mais, sem contar o online, os concursos de beleza, Battle Resort, etc. ORAS não é o desafio hardcore que os fanáticos em Pokémon desejam, porém é um game divertido para a maioria dos gamers. Recomendado.

Nota: 4 Stars (4 / 5)

Trailer de Pokémon Omega Ruby e Pokémon Alpha Sapphire

Pokémons exclusivos de Omega Ruby: Kabuto, Kabutops, Ho-Oh, Seedot, Nuzleaf, Shiftry, Mawile, Zangoose, Solrock, Groundon, Shieldon, Bastiodon, Palkia, Throh, Archen, Archeops, Tornadus, Reshiram, Skrelp e Dragalge.

Pokémons exclusivos de Alpha Sapphire: Omanyte, Omastar, Lugia, Cranidos, Rampardos, Dialga, Sawk, Tirtouga, Carracosta, Thundurus, Zekrom, Clauncher, Clawitzer, Lotad, Lombre, Ludicolo, Sableye, Seviper, Lunatone e Kyogre.

PS (SPOILERS): Quer ter os Pokémons iniciais dos outros jogos Pokémons? Simples, depois de terminar o Episódio Delta você irá receber um dos Pokémons iniciais de Johto (Chikorita, Cyndaquil e Totodile). Se você derrotar a Elite Four uma segunda vez, você receberá  um dos iniciais de Unova (Snivy, Tepig e Oshawott). E na terceira vez que tu surrar a Elite dos Quatro, é presenteada a vossa senhoria um dos iniciais de Sinnoh (Turtwig, Chimchar e Piplup).

Confira nossa outras críticas de games para 3DS: Shantae and the Pirate’s Curse, Azure Striker Gunvolt, One Piece: Unlimited World Red, Tomodachi Life, Kirby: Triple Deluxe, Professor Layton vs Phoenix Wright: Ace Attorney e outros.

Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0
comentários
 
Deixe uma resposta »

 

Deixe uma resposta