1 comment

Você Sabia? – Pulp Fiction

by on setembro 26, 2014
 

Compartilhe!Share on Facebook238Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Talvez nenhum filme dos anos 90 tenha marcado tanto a história do cinema quanto Pulp Fiction. Esse antológico longa, composto por três histórias justapostas em sequências deliberadamente irregulares, leva o expectador a acompanhar dois assassinos, um boxeador, um carro impossível de limpar e uma maleta…. No último dia 23 de setembro essa aclamada obra de Quentin Tarantino completou 20 anos. Conheça abaixo algumas curiosidades dessa película.

– O que há dentro da maleta de Marsellus?

pulp1

Diversas teorias já foram levantadas sobre o misterioso conteúdo brilhante da maleta de Marsellus. Muitos acreditam serem os diamantes roubados no filme Cães de Aluguel (também de Tarantino), já Samuel L. Jackson diz que são apenas duas baterias e uma lâmpada – brincando com que realmente tinha dentro da mala usada nas gravações. Porém, segundo o próprio Tarantino, a intenção foi deixar aberto à livres interpretações – “Eu amo a mitologia que cresceu em torno disso”.

– Samuel L. Jackson quase ficou de fora do filme

Apesar de Tarantino ter escrito o papel especificamente para ele, Jackson fez uma péssima apresentação durante a fase de leitura do script. Segundo dizem, ele achava que já estava garantido no papel e não se esforçou nem um pouco. O personagem então acabou indo para Paul Calderon (que no final fez apenas uma ponta como o bartender Dave). Somente após pedidos dos produtores Jackson ganhou uma segunda chance e aí sim garantiu o papel de Jules.

– Não era para John Travolta ter interpretado Vincent Vega

O papel era de Michael Madsen, porém o ator desistiu na última hora porque já estava comprometido gravando Wyatt Earp e acabou indicando Travolta para seu lugar. A ideia de colocar um ator pouco conhecido não agradou os executivos da Miramax que estavam querendo dar o papel para Daniel Day-Lewis.

– Vincent Vega irmão gêmeo de Mr. Blonde?

Nas obras de Tarantino há sempre uma grande rede de conexões entre os personagens, formando uma espécie de universo integrado. No caso de Pulp Fiction, quando Michael Madsen ainda estava escalado para interpretar Vincent Vega, haveria uma conversa sobre seu irmão gêmeo, que seria nada menos que Mr. Blonde, de Cães de Aluguel.

– Uma feroz luta foi travada pelo papel de Mia Wallace

Antes de escolher Uma Thurman para o papel, diversas atrizes se candidataram para interpretar Mia, a lista é longa: Isabella Rossellini, Julia Louis-Dreyfus, Meg Ryan, Alfre Woodard, Halle Berry, Daryl Hannah, Rosanna Arquette, Joan Cusack e Michelle Pfeiffer. Apesar do amor incondicional de Tarantino por Uma Thurman, ela não foi a primeira escolha, na verdade o diretor não havia nem considerado a possibilidade. Foi somente depois que o agente de Uma marcou um encontro com um produtor que ela ganhou uma chance.

– Bruce Willis fica com o papel do indeciso Matt Dillon

O boxeador Butch Coolidge, assim como outros personagens do longa, foi desenvolvido pensado para o ator Matt Dillon. Em alta depois de realizar o filme Drugstore Cowboy, Dillon pediu um tempo para analisar o roteiro e pensar no assunto. Nesse meio tempo Tarantino conheceu Bruce Willis, que demonstrou imenso interesse pelo papel, inclusive interrompendo as filmagens de outra obra que ele estava trabalhando para se dedicar por dezoito dias a Pulp Fiction. Com a diferença de idade entre os atores, Tarantino teve que adequar o personagem às características de Bruce Willis.

– Nem tanta adrenalina assim…

A marcante cena que Mia recebe uma injeção de adrenalina direto no coração foi uma das mais complicadas de gravar, devido à necessidade de transmitir uma sensação de urgência e stress do momento. Embora que Tarantino tenha engenhosamente usado de um interessante recurso para aliviar um pouco a pressão. A cena foi revertida na pós-produção, de modo que durante a gravação Travolta faz na verdade o movimento de remover a agulha em vez de inseri-la.

– Stephen Hibbert recebeu estranhas ligações elogiando sua “atuação”

As cenas de violência e drogas em Pulp Fiction não são nada quando comparadas com o perturbador momento na loja de armas. Porém, ainda mais perturbador foi quando o ator Stephen Hibbert, que interpretou o sadomasoquista vestido de couro preso no porão, disse que recebeu várias ligações de “fãs” que gostaram além da conta de sua atuação – “’Ei, eu realmente gostei de sua performance. Eu gostaria de encontrar com você”. Apesar disso, Hibbert se diz satisfeito com o simples fato deles não terem descoberto seu endereço.

E só para finalizar, durante Pulp Fiction a palavra “fuck” é repetida 265 vezes… perdendo para Cães de Aluguel que a usou 269 vezes. Ainda assim é fuck pra caramba. No mais:

Compartilhe!Share on Facebook238Tweet about this on TwitterShare on Google+0
comentários
 
Deixe uma resposta »

 

Deixe uma resposta