2 comentários

3 motivos para NÃO entrar na próxima geração

by on outubro 3, 2013
 

Compartilhe!Share on Facebook8Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Em tempos da nova geração de vídeo games chegando, listo 3  motivos para não entrar ainda na nova geração:

1- Hardware ainda não confiáveis

Com certeza essa é a principal razão. A atual geração deu motivos para qualquer um desconfiar do que será entregue na próxima em relação à parte de hardware. Tal fato aconteceu tanto com PS3, com o seu Ylod (3bips da morte), quanto com o Xbox 360, com as 3RL (três red lights). Ambos os problemas relacionados com superaquecimento que afetavam outros componentes internos que “mataram” vários consoles precocemente.  O único que escapou desse problema foi o Wii, somente casos pontuais, normais em qualquer produto eletrônico, na verdade a Nintendo sempre foi muito boa em entregar na parte de hardware.

Outro fator certo é que provavelmente PS4 e Xbox One irão passar por várias revisões de hardware, às vezes até em relativo pouco tempo após lançados. Os três modelos de PS3 e os dois de Xbox 360 são uma prova disso. Tudo bem, há também o quesito de cortar custos através de implementação/modificação de componentes na produção, porém as versões mais atuais são inegavelmente mais confiáveis. E nem falei em problemas de software.

2- Preço

Preços altos são comuns em lançamentos, nos primeiros dias então é fácil encontrar preços surreais na Ebay e em outras grandes lojas, quem não se lembra do PS3 de R$6.000? Isso é comum devido à demanda exagerada.

Mas isso não acontece somente nesse período inicial, se observar o histórico de preços dos consoles e dos portáteis recentes fica ainda mais evidente.  Após um ano grande parte dos tem uma redução de preço ou no mínimo lançam pacotes com mais itens inclusos mantendo o mesmo preço. E muitas vezes reformulações importantes também vão surgindo, os primeiros modelos do PS3 tinham 40 e 60 gb, algo que gera uma complicação considerável para quem optar por comprar jogos apenas por download, já as primeiros modelos do 360 nem tinham entrada HDMI.

3- Poucos jogos e nada tão marcante

De modo geral os jogos de início da geração não conseguem utilizar todo o potencial do sistema. Tal fato acontece devido ao pouco contado das desenvolvedoras com a arquitetura do hardware e dos kits de desenvolvimento, e acabam entregando muitas vezes jogos próximos dos consoles anteriores. Faço a pergunta: Qual jogo do lançamento de um console você colocaria entre os melhores dessa geração? Aposto que no máximo 1 ou 2.

Admito, que dessa vez, alguns dos primeiros títulos estejam interessantes, ainda mais comparando com os que tivemos no PS3 e Xbox 360. Porém, em jogos como Assassin’s Creed 4, é possível questionar se a base de desenvolvimento foi essa geração ou a que estar por vir, ainda porque vai ter versões para as duas gerações, e provavelmente nem com uma diferença técnica tão relevante.

E há também outro fato, esse final de geração ainda tem excelentes games que merecem ser jogados antes de iniciar a próxima, como: GTA V, Batman Arkham Origins, Dark Souls 2 entre outros. Além conseguir encontrar ótimos jogos que provavelmente você ainda não jogou, por algumas vezes até metade o preço, e vários deles até lançados em 2013.

Mesmo conhecendo esses motivos milhões não irão resistir e vão entrar de cabeça na próxima geração, porque mesmo conhecendo os riscos a tentação é muito maior.

Compartilhe!Share on Facebook8Tweet about this on TwitterShare on Google+0
comentários
 
Deixe uma resposta »

 

Deixe uma resposta