2 comentários

As 12 melhores porradas do cinema

by on outubro 7, 2013
 

Compartilhe!Share on Facebook

Facebook

0Tweet about this on Twitter

Twitter

Cacetada, pancada, sova de pau, bordoada, murro, luta, arranca-rabo, bafafá… Deu pra entender né? VagantePop fornece a lista definitiva dos 12 melhores duelos que já agraciaram a telona até 2013. Veja esses vídeos e automaticamente torne-se um lutador melhor (VagantePop não se responsabiliza se isso não acontecer, ou se você tentar imitar alguma cena aqui mostrada, rapaz tu é doido de pedra).

12 – Homem Aranha vs Dr. Octupus (Homem Aranha 2, de Sam Raimi, 2004)

Lembra quando o Aranha não era emo? Quer dizer, não tão emo quanto a versão de Marc Webb (putz, que reboot de merda). Antes do terceiro filme da franquia de Raimi ter cagado tudo, Aranha 2 concebeu para o cinema a única luta de super herói “sincera”. Onde os dois lados se batem, dá para acompanhar, há intensidade, criatividade e ângulos malucos. Se você ignorar (alerta de nerdice) que o Dr.Octupus não tem super resistência, a luta é perfeita.

11- Hit Girl vs Capangas (Kick Ass – Quebrando Tudo, de Matthew Vaughn, 2010)

É mais um massacre do que uma luta, todavia isso não tira a beleza de uma garotinha espancando homens que na teoria ela nem teria nenhuma chance. E a trilha, Bad Reputation, só deixa tudo melhor.

10- Rocky Balboa vs Apollo Creed (Rocky – Um Lutador, de John G. Avildsen, 1976)

O ápice da força de vontade, onde o subestimado, aquele não tinha chance, vai além dos limites e mostra para Apollo o que é uma luta de verdade.

09- – Yu Shu Lien vs Jen Yu (O Tigre E o Dragão, de Ang Lee, 2000)

Uma espada, a espada suprema para ser mais especifico, contra várias armas. É o que Michelle Yeoh, na pele de Yu Shu Lien, e a bela Ziyi Zhang, como Jen Yu mostram nesse embate.

08- Bourne vs Castel (A Identidade de Bourne, de Doug Liman, 2002)

Castel (Nicky Naudé), que aparece do nada, causa a maior destruição domiciliar já vista em Hollywood. Sem contar que essa treta ajuda a resolver dúvidas filosóficas. O que é mais forte? A espada, nesse caso representado por uma faca, ou a caneta? Essa pergunta ancestral é respondida aqui sem deixar um menor vestígio para interpretações.

07- Fei-hung vs John – (O mestre invencível, de Chia-Liang Liu e Jackie Chan, 1994)

Jeremias se pudesse matava mil, certo? Bem, Jackie Chan pode, como ele demostra no decorrer desse filme, apesar de que o mocinho não chega a matar ninguém. Se bem que muitos iam querer, depois de tantos sopapos, estar debaixo de sete palmos de terra. Como é o caso do vilão John que experimenta o punho de bêbado de Wong Fei-hung (Jackie Chan) nessa sequência.

06- Oh Dae-Su vs Manolos da Prisão Particular (Oldboy, o original, não a droga do remake americano, de Chan-wook Park, 2003)

Isso é uma rusga sem frescura, sem coreografia, rinha de verdade. Ou o mais perto disso nessa lista. Oh Dae-Su quer adquirir respostas do homem que administrava uma prisão particular, pois é, onde ficou preso por 15 anos. Para sair de lá vivo ele vai na mão e no martelo, sem nenhuma técnica, contra uns trinta capangas. É uma sequência sem corte, uma luta sem estilo e totalmente sensacional.

05- Black Mamba/”A Noiva” vs Gogo Yubari (Kill Bill Vol 01, de Quentin Tarantino, 2003)

Uma colegial não é nenhum obstáculo para uma assassina profissional em busca de vingança certo? Não se essa colegial é a insana Gogo, armada de uma bola de ferro amarrada em uma corrente, com direito a laminas retraídas. Essa garota chega a ser mais perigosa do que boa parte do “Esquadrão das Víboras Assassinas” que a Noiva busca vingança.

Curiosidade: O nome da protagonista nunca é dito no Volume 1, mas ele aparece na passagem de avião da mesma, foi um detalhe bacana para quem tem olhos rápidos.

04- Sem Nome vs Céu (Herói, de Yimou Zhang, 2002)

No começo do filme, Sem Nome conta seu embate contra a lança mais forte para o Imperador. O combate desses dois artistas marciais é marcado pela coreografia típica dos filmes chineses, com pequenos voos para deixar a luta mais magistral e a música de um velho que acompanha todos os momentos do duelo, seja ele na prática ou na mente de ambos.

03- Tang Lung, o Dragão vs Colt – ou se você preferir, Bruce Lee Vs Chuck Norris (O Vôo do Dragão, de Bruce Lee, 1972)

Essa é para quem acredita que o Chuck Norris é o pica das galáxias, o bambambã e o escambau. Bruce Lee nesse combate limpa o chão com o manolo. Com direito a arrancada de pelo cabeludo, crueldade, e a vários socos e chutes acompanhados do tradicional grito de Lee. Sem contar a presença de um bichano, sabe se lá o porquê, assistindo tudo.

02- Rama e Wahyu vs Bandidos (Operação Invasão, de Gareth Evans, 2011)

Rama, um jovem policial, tem que lutar com muitos bandidos em um laboratório de metanfetamina. Junto dele esta o tenente Wahyu, um velho que também manja dos paranauê. As porradas nessa sequência, com direito a cadeirada, são tão verídicas que chegam a doer no espectador.

01 – Kham vs “Escada” (O Protetor, de Prachya Pinkaew, 2005)

Olha, eu não sei quanto a você, mas se alguém chega no meu restaurante de luxo, querendo seu elefante de volta, depois de ter espancado o prédio inteiro onde fica o estabelecimento VIP, bem eu entregaria o maldito elefante de volta, mesmo se não tivesse um. Johnny acha isso pouco e tenta lutar contra Kham (não o do Star Trek, e sim o sinistro Tony Jaa) depois disso tudo, e bem, confira o resultado nessa que a maior sequência de luta sem cortes do cinema.

Compartilhe!Share on Facebook

Facebook

0Tweet about this on Twitter

Twitter

comentários
 
Deixe uma resposta »

 
    • Calhorda Explosivo
      novembro 5, 2013 at 9:35 pm

      Valeu rapaz, finalmente alguém que curtiu totalmente a lista. Recebi muita gente reclamando no Caralivro (Facebook) sobre a Hit-Girl tá lista já que ela senta o pipoco no vídeo e não a porrada … Pensando em revisar isso. Bem, quem sabe no fim do mês?

      Responder

Deixe uma resposta para iorioff  Cancelar resposta