1 comment

Dave Grohl, do Foo Fighters, odeia Glee, American Idol e The Voice. E salva mineradores.

by on outubro 10, 2013
 

Compartilhe!Share on Facebook28Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Dave Grohl, o cara mais legal do mundo do rock, além de vocalista e líder do Foo Fighters, é um sujeito sem frescura na hora de falar.

O cara se juntou, há uns meses atrás, ao Kings of Leon e ao Slash no quesito de ser uma das pessoas que proibiu o pessoal do Glee de usar suas composições no seriado musical. Para completar, ele mandou o produtor da série Ryan Murphy ir a merda, pois o manolo havia desrespeitado todo mundo que já havia se recusado de participar do programa. Grohl deixou claro que não é obrigação de ninguém gostar e muito menos ter de participar de Glee.

Depois há um pouco mais de um mês atrás, o roqueiro detonou programas como American Idol e The Voice, ele mandou a seguinte: “Quando eu penso que há crianças vendo shows como American Idol ou o The Voice, eu imagino que eles pensam ´Ah, então é assim que você se torna um músico, você fica na porra de uma fila por oito horas seguidas junto de outros oitocentos malucos num centro de convenção e… Você bota sua alma a mostra para uma pessoa que fala que você não é bom o suficiente.´ Dá pra imaginar? Isso é destruir a próxima geração de músicos! Um músico deveria ir para uma venda de garagem e comprar a porra de uma bateria velha, ir para sua garagem e ser ruim lá. E chamar seus amigos para serem péssimos junto dele. E então eles vão começar a tocar de verdade em alguma hora e ter os melhores momentos que eles já tiveram em sua vidas, e de repente vão virar o Nirvana. Porque é essa porra que aconteceu com o Nirvana. Só uns caras que tinham uns instrumentos de merda, se juntaram e começaram a tocar um barulho do caralho. Ai eles se tornaram a maior banda do mundo. Isso pode acontecer novamente! Você não precisa da porra de um computador, ou a internet, ou The Voice ou American Idol”.

Sem contar que o maluco já havia ajudado dois mineradores australianos que estavam presos em uma mina, isso já faz um bom tempo. Os caras pediram ipods com músicas do Foo Fighters, e ao ficar sabendo disso, Dave Grohl mandou uma mensagem para eles: “Brant e Todd, aqui é o Dave, dos Foo Fighters. Espero que vocês estejam aguentando e anseio para que a música ajude vocês a saírem daí. Apesar de eu estar meio mundo longe, meu coração está com os dois e quero que vocês saibam que quando vocês forem para casa, haverá dois tickets para qualquer show dos Foos, em qualquer canto, e duas cervejas geladas esperando vocês. Combinado? Estou esperando para beber com vocês… Venham para casa são e salvo, e nos veremos em breve.” E para finalizar o gesto gente boa, ele cumpriu as promessas da mensagem, claro, Dave ainda compôs uma música para os mineradores, a “Ballad Of The Beaconsfield Miners”, confira abaixo.

É um sujeito maneiro, não? Para completar o post puxação de saco, fica umas curiosidades sobre o cara:

– Dave Grohl foi o baterista de todos os álbuns de estúdio do Tenancious D. Sem contar que ele foi o capeta nos clipes e no filme da banda de Jack Black.

– O cara era o único membro e compositor do álbum original do “Foo Fighters”. Ele tocou todos os instrumentos, cantou, fez tudo no modo forever alone nesse clássico.

– Ele regravou as faixas da bateria no segundo álbum do Foo Fighters, The Colour and the Shape, porque considerou as faixas gravadas pelo baterista da banda na época um lixo. Isso fez o baterista em questão, William Goldsmith (hoje do Sunny Day Real Estate), abandonar a banda.

Para não terminar numa babaquice do manolo, fiquem com Dave Grohl e Norah Jones cantando “Maybe I´m Amazed” do Sir Paul McCartney , para um tal de Obama:

Compartilhe!Share on Facebook28Tweet about this on TwitterShare on Google+0
comentários
 
Deixe uma resposta »

 

Deixe uma resposta