0 comentários

Direto dos EUA: Resenha All New X-Men 25

by on abril 10, 2014
 

Compartilhe!Share on Facebook1Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Spoilers, análise da edição e cagação de regra sobre o futuro dos X-Men abaixo.

All New X-Men 25 faz uma pausa de seguir os jovens X-Men originais (Ciclope, Jean, Homem de Gelo, Anjo e Fera) deslocados do passado em nosso presente. E nos mostra o que o Fera atual, responsável por ter trago o super grupo para o presente, esta passando. Sim, confusões temporais e dilemas morais, mais um dia típico para os X-Men.

Hank McCoy não consegue dormir, recebe a visita de uma figura enigmática e tem visões de vários futuros que nunca mais poderão acontecer.  Tudo isso por conta do ato de Fera, de ter brincado com o espaço-tempo. Vigia, o tal visitante, dá um choque de realidade no cara e cobra o cientista pelas suas ações.

O volume americano número 25 de All New X-Men é um ponto de virada na série. Parece marcar o principio da próxima mega saga dos X-Men, a tal Pecado Original (Original Sin nos EUA). Já faz tempo que a Marvel fala da morte de Uatu, o Vigia, que faz tudo que os vigias não deveriam fazer, interfere.  O Vigia pode não ter feito algo muito direto para ajudar Hank a resolver seu dilema, mas pelo menos deu uma nova perspectiva ao Dr.McCoy.

É uma edição bem bacana. Acho legal alguém finalmente cobrar o Fera pela sua babaquice. Querer mudar a cabeça do Ciclope, pois ele acha que o caminho atual do líder mutante levará ao genocídio é uma coisa, mas mexer com viagem no tempo é apelar. O mutante feral faz as coisas e nunca pensa nas consequências. Pelo visto a Magia poderia ser a substituta do Doutor Estranho como a Maga Suprema se o Fera não cagasse com as coisas. E não teremos as as hilárias “aventuras” de Logan e Scott como melhores amigos na terceira idade também. Se bem que essa era uma realidade bem difícil de ocorrer, com viagem no tempo no meio ou não.

ciclopewolverineamigoesUm futuro de amizade… Só que não.

Espero que a saga Orginal Sin não seja um reboot a lá os Novos 52 da DC. Esse volume 25 é bem divertido, com uma dose certa de humor e drama. Traz várias perspectivas diferentes de futuros que não irão ocorrer para os X-Men e a arte conta com a participação de diversos artistas, dando uma variedade interessante para a edição.

A intenção original de McCoy era mudar o futuro mostrando para Scott Summers seu passado. Mas claro que isso fugiu de controle. Para Fera seus motivos ainda são puros, o mutante mantém a arrogância mesmo perante de Uatu, um ser com poderes cósmicos. Ele termina edição falando que pode consertar tudo, apesar de que Vigia dúvida disso e até sente nojo do pobre doutor.  Ano passado o mantra do X-fãs era que Ciclope estava certo, pelo visto podemos substituir a frase por Fera estava errado.

uatufera

O Vigia botando Fera em seu lugar

Nota: 4/5 (hurray, nosso primeiro review de quadrinhos. Viva, eu acho, sei lá)

Roteirista: Brian Michael Bendis

Artistas: Jeff Scott Campbell, Stuart Immonen, Rafael Grampa, Art Adams e Bruce Timm

Compartilhe!Share on Facebook1Tweet about this on TwitterShare on Google+0
Seja o primeiro a comentar!
 
Deixe uma resposta »

 

Deixe uma resposta