1 comment

Grandes Clássicos do Super Nintendo – Parte 2

by on outubro 19, 2013
 

Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Chrono Trigger é um título que estabeleceu um novo parâmetro para os RPGs. Lançado em 1995, o jogo foi desenvolvido por uma equipe de peso, composta por nomes como: Hironobu Sakaguichi, Kazuhiko Aoki, Nobuo Uematsu (envolvidos em projetos da série FF) e Yuji Hori (diretor da série Dragon Quest). O design dos personagens coube a Akira Toriyama (criador de Dragon Ball).

O plot gira em torno de uma série de viagens no tempo realizadas pelos personagens. Indo desde milhares de anos no futuro, até períodos da vida nas cavernas. Ao longo da jornada uma serie de eventos vão interconectando toda a trama e figuras das mais diferentes épocas vão se unindo ao seu time, formando uma equipe heterogênea. A aventura ganha proporções épicas envolvendo até salvar o planeta no dia do juízo final, no melhor estilo futuro catastrófico. Mesmo com tudo isso ainda há uma grande quantidade de finais disponíveis, incentivando o fator replay.

E como são bonitos os pixels em 2D, em níveis de detalhes absurdos, se destacando até atualmente, realmente extraíram todo o potencial do hardware do Snes. Outro ponto alto é a trilha sonora, sendo uma das mais memoráveis da biblioteca do console, tudo isso graças ao compositor Yasunori Mitsuda. A maioria das musicas do jogo são rearranjos do tema principal, o que transmite uma sensação de progressão e consistência no desenvolver da história.

chrono-trigger-20110524015356783

O sistema de combate introduziu características únicas, permitindo uma grande variedade de possibilidades. Os três membros do time podem executar ataques individuais, ou combinar suas habilidades em poderosos ataques em equipe, usando dois ou até todos os membros. Um diferencial é que não há encontros aleatórios com inimigos, todos estão visíveis no cenário e podem ser evitados.

O jogo já teve várias versões (PS1 e DS), que não modificaram em nada a parte gráfica. A versão de PS1 contém cenas em anime em diversos momentos, sendo um acréscimo interessante. Um grupo de fãs iniciou um projeto denominado Chrono Trigger Ressurection, que tinha a intenção de refazer todo o jogo em 3D. Algumas fotos do projeto foram liberadas, mas a Square Enix ameaçou processar os criadores, que infelizmente tiveram que cancela-lo.

Chrono Cross, lançado para PS1 em 1999, se passa no mesmo mundo de seu antecessor, mas não envolveu a mesma equipe criativa do primeiro. Apesar disso o jogo foi bem recebido pela crítica e recebeu boas notas, mas não atingiu o mesmo patamar do anterior.

Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0
comentários
 
Deixe uma resposta »

 

Deixe uma resposta