10 comentários

Melhores frases finais de filmes

by on fevereiro 21, 2014
 

Compartilhe!Share on Facebook11Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Sabe aquelas frases que fecham o filme com chave de ouro? Então, vamos colocar algumas delas aqui. Não se preocupe que são filmes que já passaram há pelo menos 2 anos atrás, então tem SPOILERS mas nada que estrague o filme pois estão fora de um contexto. Beleza? Então vamos lá.

O maior truque que o diabo já realizou é convencer o mundo que ele não existe.  E do nada,  ele se foi.

Os suspeitos, 1995

Filho: Por que ele esta fugindo pai?

Comissário Gordon: Porque nós temos que persegui-lo.

Filho: Ele não fez nada de errado.

Comissário Gordon: Porque ele é o herói que Gotham merece, mas não o que precisa nesse momento. Então, iremos caça-lo. Porque ele aguenta. Porque ele não é nosso herói. Ele é um guardião silencioso… Um protetor vigilante… Um cavaleiro das trevas.

Batman: Cavaleiro das Trevas, 2008

Agora você esta procurando pelo segredo. Mas você não irá achar, claro, porque você não esta procurando de verdade. Você não quer saber como foi feito. Você quer ser engando.

O grande truque, 2006

Ernest Hemingway certa vez escreveu, “O mundo é um bom lugar que vale a pena lutar por ele.” Eu concordo com a segunda parte.

Seven: Os Sete Pecados Capitais, 1995

Ruas? Para onde vamos, não precisamos de ruas.

De Volta Para o Futuro, 1985

 

Não há mais barreiras a transpor. Tudo que tenho em comum com o incontrolável, o insano, o perverso e o maligno, toda a carnificina que causei, e minha total indiferença, eu agora ultrapassei. Minha dor é constante e aguda e não quero um mundo melhor para ninguém. Na verdade, quero infligir minha dor aos outros. Não quero que ninguém escape. Mas mesmo depois de admitir isso, não há catarse. Meu castigo continua a fugir de mim e não obtenho conhecimento mais profundo de mim mesmo. Nada pode ser extraído do que digo. Esta confissão nada significa.

Psicopata Americano, 2000

Você me conheceu numa fase muito estranha de minha vida.

Clube da Luta, 1999

 

Esse cara tá me falando que nós vivemos em comunidade? Não me faça rir. Eu vivo na América, e na América você esta por sua conta. América não é um país. São só negócios. Agora me pague porra.

O Homem da Máfia, 2012

Chicó: Me conto que o paraíso fica lá pelos lado da Bahia, por isso que o Cristo é escurinho.

João Grilo: E conto como rapaz, se ele já tinha morrido?

Chicó: Não sei, só sei que foi assim.

Auto da Compadecida, 2000

Eu sempre escutei que você vê sua vida inteira passar pelos seus olhos um segundo antes de você morrer. Para começar, aquele segundo não é apenas um segundo, ele se estica para todo o sempre, como um oceano de tempo. Para mim, era estar deitado no acampamento dos escoteiros, vendo estrelas cadentes. E as folhas amarelas, das árvores de carvalho, que ficavam enfileiradas em nossa rua. Ou a mão de minha vó, o jeito que a pele dela parecia papel. E pela primeira vez eu vi o novíssimo Firebird de meu primo Tony. E Janie. E Janie. E… Carolyn. Acho que eu poderia ter ficado muito puto com o que estava prestes a acontecer comigo. Contudo é difícil ficar nervoso quando existe tanta beleza no mundo. Algumas vezes eu sinto que eu estou vendo tudo de uma só vez e é muito, meu coração se enche como um balão que esta prestes a explodir. Então eu me lembro de relaxar, e paro de tentar me apegar, e então algo flui por mim como uma chuva e eu não posso sentir nada além de gratidão por cada momento de minha pequena vida estúpida. Você não tem ideia do que eu estou falando, eu tenho certeza. Mas não se preocupe um dia você irá entender.

Beleza Americana, 1999

Concorda? Discorda? Esquecemos de alguma? Compartilhe conosco nos comentários quais frases finais de filmes te marcaram. Até mais! 

 

Compartilhe!Share on Facebook11Tweet about this on TwitterShare on Google+0
comentários
 
Deixe uma resposta »

 
  • Luís Gustavo
    fevereiro 21, 2014 at 9:32 pm

    You’re not an asshole, Mark. You’re just trying so hard to be.

    (A Rede Social)

    Responder

  • Luís Gustavo
    fevereiro 21, 2014 at 9:33 pm

    Forget it, Jake. It’s Chinatown.

    (Chinatown)

    Responder

  • Luís Gustavo
    fevereiro 21, 2014 at 9:35 pm

    Baby, you’re gonna miss that plane.

    (Antes do Pôr-do-Sol)

    Responder

  • fevereiro 24, 2015 at 1:56 pm

    A do Beleza Americana é a melhor. Engraçado, de tantos posts aleatórios sobre listas de filmes que li há meses, esse é o que mais tem filmes que eu assisti. Vou até colocar essa citação no meu blog.

    Responder

    • Calhorda Explosivo
      fevereiro 24, 2015 at 5:17 pm

      Que bom que tu curtiu a lista. E a frase final de Beleza Americana é
      arrasadora mesmo. Ah, pode citar a lista no seu blog à vontade, mas não
      deixe de linkar de onde tirou. Não custa nada né :P?

      Responder

      • fevereiro 24, 2015 at 5:24 pm

        Nem pensei em fazer isso, já que o texto é do filme, mas já que o sr pediu, tá ai: http://ozymandiasrealista.blogspot.com.br/

        Responder

        • Calhorda Explosivo
          fevereiro 24, 2015 at 9:12 pm

          Caramba, na minha santa burrice achei que você ia copiar o post, não há citação apenas. Não precisar linkar o site pra isso não, tem mérito nenhum nosso nessa grande frase :P. Malz ae pelo desentendimento :). E curti o seu blog, assino em baixo na sua opinião sobre as animações da DC. Saudades dos tempos do Bruce Timm.

          Responder

          • fevereiro 25, 2015 at 8:52 am

            Bons tempos mesmo daquele desenho animado da Liga. A gente passava horas assistindo e não sentia o tempo passar. Gostei também do Flashpoint e da animação do Cavaleiro das Trevas. Gostei do Esquadrão Suicida em animação na primeira vez que assisti, na segunda eu já não achei essas coisas todas (vai ver eu tinha começado a ler o título massacrador deles nos Novos 52 e quis mais qualidade).


          • fevereiro 25, 2015 at 8:54 am

            Mas não tem problema não, de qualquer forma, foi o seu post que me lembrou desse momento. É um dos melhores dez filmes dos Anos 90 pra mim, mas sempre meu número 1 dos anos 90 é o “Sociedade dos Poetas Mortos”, “Beleza Americana” fica em segundo.


  • Pedro Afonso Gomes
    julho 22, 2017 at 2:51 pm

    Acho que faltou o melhor final de todos, de “Quanto Mais Quente Melhor” (Some Like It Hot” (1959)
    Osgood: Liguei para mamãe. Ela ficou tão feliz que chorou! Ela quer que você use seu vestido de noiva. É de renda branca.
    Daphne: É, Osgood. Não posso me casar no vestido da sua mãe. Ha ha. É que – eu e ela, nós não temos o mesmo formato.
    Osgood: Nós podemos alterá-lo.
    Daphne: Oh não faça isso! Osgood, Eu vou falar de uma vez. Não podemos nos casar de forma alguma.
    Osgood: Por que não?
    Daphne: Bem, em primeiro lugar, eu não sou loira de verdade.
    Osgood: Não importa.
    Daphne: Eu fumo! Eu fumo o tempo todo!
    Osgood: Eu não ligo.
    Daphne: Bem, eu tenho um péssimo passado. Fazem três anos que eu moro com um saxofonista.
    Osgood: Eu te perdôo.
    Daphne: Nunca poderemos ter filhos!
    Osgood: Podemos adotar alguns.
    Daphne/Jerry: Mas você não entende, Osgood! Eu sou um homem!
    Osgood: Bem, ninguém é perfeito!

    Responder

Deixe uma resposta