1 comment

Os Melhores Jogos do Game Boy – Parte 1

by on maio 5, 2014
 

Compartilhe!Share on Facebook1Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Lançado em 1986 no Japão, o Game Boy original marcou época, pois entregava mobilidade e possibilidade jogar games diferentes em um mesmo aparelho. Segundo a equipe responsável pelo seu desenvolvimento a ideia era combinar as características do Nes com a portabilidade do Game & Watch. Então para comemorar os 25 anos do Gameboy, selecionei seis jogos marcantes da primeira geração. Fiquem com os três primeiros jogos:

Pokemon Red/Blue

61RD48DCKQL._SL500_AA300_

Não há muito a ser dito sobre esse imenso sucesso de jogos e outros produtos relacionados que a série Pokémon obteve ao longo dos anos. Mas toda essa adoração começou nos inesquecíveis Pokémon Red e Blue (ou Green se você for japonês) do Game Boy original. A ideia básica do jogo foi inspirada das experiências da infância de um de seus desenvolvedores que passava dias capturando pequenos insetos. A Game Freak partiu dessa proposta básica e alinhou isso ao sistema clássico dos RPGs. Com uma imensidade de seres a sua disposição, o jogador seria responsável por captura-los para serem utilizados nas batalhas.

Com 151 monstros, muitos poderes especiais e uma infinidade de combates e exploração contínua, Pokémon gerava uma possibilidade gigantesca de combinações e incentivava seus jogadores a experimentar essa diversidade. Isso tudo sem contar a possibilidade de trocar e batalhar com seus amigos em qualquer lugar, graças à mobilidade do GB – sendo esses recursos ainda muito incomuns para os jogos da época. Segundo a Nintendo, Pokémon foi o grande responsável por dobrar o tempo de vida inicialmente planejado para o portátil, permanecendo no mercado enquanto outros consoles mais novos iam saindo de linha.

The Legend of Zelda: Link’s Awakening

Links_Awakening_box

Somente depois de muitos anos de sua existência, o Game Boy recebeu uma das principais franquias da Nintendo, The Legends of Zelda. Diferente dos demais, o Zelda de Game Boy tomou certas liberdades, a principal delas é o fato da Princesa Zelda constar apenas no nome do jogo, na verdade até o mundo onde se passa a aventura não é a clássica terra de Hyrule.

Apesar de estranho todas essas diferenças, a essência do título se mantém inalterada. E com a ajuda de um enredo cativante a fuga desses elementos despertou a curiosidade e o interesso do jogador, sento até hoje um dos mais aclamados pelos fãs. O gameplay também é próximo ao tradicional, no qual Link deve explorar oito dungeons e coletar os instrumentos lendários para despertar o peixe do vento, para que assim nosso herói retorne ao seu mundo (ou desperte de seu sono?), tudo isso com seu grande arsenal de itens clássicos e inéditos a sua disposição.

Megaman – Série

MMV-Cover

A série da Capcom que foi um sucesso no Nes também teve seus áureos tempos no Game Boy. Conseguindo transportar para o portátil de forma perfeita a jogabilidade consistente e desafios da época de ouro do Blue Bomber na Nintendo. Cada um dos jogos do gameboy compilava equivalente a dois dos de Nes, aproveitando as melhores fases e robôs inimigos que os títulos tinham. Sem contar que sempre acrescentavam pequenas novidades, como novos itens e chefes.

Já o quinto capítulo foi um jogo inteiramente novo do herói, com direito a 8 novos chefes, chamados Stardroids, o Megaman com um novo mega arm e um robô parceiro chamado Tango, o felino robótico. Megaman V era diferente, mas mantinha tudo que os fãs gostavam na série. Então assim como Zelda, a versão de Game Boy apostou em uma pegada um tanto distinta, contundo também obteve sucesso.

Compartilhe!Share on Facebook1Tweet about this on TwitterShare on Google+0
comentários
 
Deixe uma resposta »

 

Deixe uma resposta