1 comment

Steam Controller

by on setembro 28, 2013
 

Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Com sua nova proposta de abordagem, o Steam Machine, a Valve visa transportar e ampliar o sistema em um centro de entretenimento da sala de estar. Para isso surgiu à necessidade de algo que nunca tinha sido essencial no Steam, um controle.

Mesmo com o modo Big Picture, o usuário tem uma interação com o sistema atrelado ao teclado e mouse do PC, mesmo que seja por um pequeno momento. Os controles que funcionam por compatibilidade com o sistema (tendo o controle de Xbox 360 como o “padrão”) se restringem a funcionar apenas dentro dos jogos (sendo que alguns nem isso). Esse era realmente, como o próprio Steam diz: “um elo perdido” dentro de seu sistema.

A Valve diz que TODOS os jogos disponíveis no Steam vão ter suporte pelo controle, mesmo aqueles que foram pensados para serem jogados com teclado e mouse. Com os primeiros detalhes liberados fica sem sombra de dúvida, o destaque para à ausência de alavancas analógicas, substituídas por painéis táteis circulares. Segundo a descrições serão superfícies supersensíveis capazes de reconhecer movimentos precisos e que também poderão servir como botões pressionáveis.

controller_schematic

O controle terá no total 16 botões e uma tela tátil, similar à vista no PS4, que tem como finalidade mostrar imagens úteis dentro dos jogos, como pequenos mapas ou telas de itens. O controle acompanhará todos os Steam Machine (hardwares certificados – no termo utilizado para produtos licenciados para PC que utilizam o mesmo sistema operacional, mas que tem especificidades técnicas diferentes), e tem previsão de lançamento no início de 2014.

Pelo menos a primeira vista, o controle é algo bem diferente do que estamos acostumados a ver, para não dizer bizarro, mas fica claro que a intenção é suprir o fator jogos e navegação intuitiva pelo sistema ao mesmo tempo. Para navegação e jogos FPS (tiro em primeira pessoa) até acredito que possa ser uma boa opção, e as outras funcionalidades sensoriais inovadoras podem trazer possibilidades interessantes, mas só tendo contato com o controle para saber se vai funcionar mesmo.

Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0
comentários
 
Deixe uma resposta »

 

Deixe uma resposta