0 comentários

Porque você deve jogar Undertale – O melhor jogo de PC de 2015

by on novembro 16, 2015
 

Compartilhe!Share on Facebook757Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Ok, como recomendar Undertale sem estragar o jogo? Simples! Compre agora Undertale, jogue ele por completo sem nenhum contato com a internet (e o mundo exterior), se encha de DETERMINAÇÃO e seja feliz! Caso não fique satisfeito com sua compra, reclame aqui nos comentários que eu te mando uma jujuba. Funcionou? Acho que não…

Bem, vamos tentar outra abordagem então. Undertale é um RPG maroto que ganhou minha simpatia nos primeiros 30 minutos. É algo com gráfico simplório, design carismático e criativo, mega retro (uma modinha constante depois dos anos 2010), com uma vibe de EarthBound e uma jogabilidade única.

Nesse joguinho indie você é uma criança humana, sexo não definido, que caiu no submundo, onde os monstros fazem a lei. Os humanos prenderam essas criaturas nessa região, com uma poderosa barreira mágica e cabe a você dar um jeito de sair desse perrengue. Seja pelo bem ou pelo mal. Só lembrando que os monstros estão tentando quebrar a tal barreira faz tempo. Errr, eles possuem até uma solução, mas envolve sua alma, e tu meio que precisa dela, né?

Há muitas e muitas escolhas nesse jogo. Que mudam, de verdade, o ambiente e como as criaturas te tratam no game. Undertale é uma homenagem aos JRPGs da era SNES, com uma pitada WarioWare, jogos de navinha, muita exploração e diálogos inusitados. Que diabos eu quero dizer com jogos de navinha e WarioWare? Bem, o combate envolve a tradicional batalha com turnos, onde você escolhe uma ação e depois vem a ação do adversário. A diferença é que quando um monstro te ataca, você pode desviar, num espaço limitado, como se fosse um pequeno mini game. É algo bem divertido, com muita variedade e que, algumas vezes, é até mesmo implementado para subjugar a criatura.

Só para constar, Undetale é mais um game que surgiu do financiamento via Kickstarter. O cabra, Toby Fox, pediu incialmente 5.000 obamas para criar o jogo de boa. O sujeito arrecadou mais de 51 mil doletas. Fox, que tirando a arte fez tudo sozinho, levou 2 anos e sete meses para dar a vida a sua criação. Inicialmente esse projeto teria apenas 2 horas de jogatina. Agora, em sua forma final, são umas 6, 7 horas de pura diversão. No mínimo. Se você quiser se aventurar em todos os finais, vixi, a jornada vai ser longa. Ah sim, Undertale tem vários finais, o final neutro, com diversas variações, o pacifista e o genocida (seu sem coração). E para terminar parágrafo, vale comentar que Fox fez o game de modo que grinding (ficar lutando repetidas vezes para subir de nível ou acumular dinheiro) não é necessário em momento algum, sendo totalmente opcional. E as maiores inspirações de Undertale são EarthBound (obviamente), o humor de Mr.Bean e o sistema de conversa de Shin Megami Tensei.

A história pode ser charmosa ou sombria, dependendo de como você joga. Há vários mistérios e segredos nesse game, que vão fazer você ficar caçando curiosidades sobre o mesmo na rede mundial dos computadores. O humor é bem bacanudo, algumas piadas podem ser repetitivas (coff, Alphys, coff), no entanto o resultado final é tão positivo que fica até difícil criticar algo. Só sendo muito chato. Como sou muito chato vale falar que a jogabilidade é travada em alguns momentos e certas coisas não são muito intuitivas, mas, como já foi dito, o saldo positivo esmaga o negativo. Um game com um roteiro desse tem que ser experimentado por todos.

Lembre-se que você, praticamente 99% do tempo, não precisa machucar ninguém nessa aventura. Piedade é sempre uma opção a não ser que você seja mais monstruoso que os monstros.

Undertale é como rever aquele desenho da sua infância numa maratona só com os melhores episódios. Com direito a uma trilha soberba que vai ficar grudada na sua cabeça. Pra você ver, eu estou cantarolando toscamente Bergentrückung (não “google”, evite spoilers) enquanto escrevo essa matéria. Sério, jogue esse jogo. Agora. Ontem. Undertale me fez amar odiar flores, me fez adorar as fontes mais toscas do Word e me mostrou que paquerar é sempre uma boa solução, não importa a hora e quem seja.

Não, não fui pago para te convencer a jogar Undertale (mas se Toby Fox quiser me mandar algo, estamos aí) … De qualquer modo, vamos fazer última tentativa de te fazer pegar esse jogo, que no seu preço normal, no Steam, é 20 reais… O jogo de Toby Fox não é para todos, alguns vão achar pretensioso, bobo demais em certas partes ou feio. Justo, cada qual com seu gosto. Quer saber se Undertale é a sua praia? Acompanhe essa fórmula: Dating Sim + Puzzles + RPG + História épica e emocionante + Esqueletos + Cachorros + Uma flor + Humor negro + Humor pastelão + Bullet Hell + Paródia com animes + Múltiplos caminhos + Mãe cabra = Undertale. Gostou de um ou mais elementos nessa equação? Então jogue logo essa pérola e de nada.

O confuso trailer de Undertale

Compartilhe!Share on Facebook757Tweet about this on TwitterShare on Google+0