2 comentários

Crítica: The Walking Dead Season 2 – Episode 2

by on março 5, 2014
 

Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Walking Dead da Telltale Games retorna para o seu segundo episódio da segunda temporada. Depois da necessidade de reposicionar o que aconteceu até o momento e introduzir novos personagens, o caminho de Clementine no mundo assolado por zumbis continua. Será que ainda há folego para manter o jogo nessa mesma fórmula?

Nesse segundo episódio Clementine irá seguir com seu novo grupo, tendo oportunidade de conhecer melhor alguns deles, se despedir de outros e reencontrar figuras do seu passado. Além de tudo isso, apresenta-se o provável “vilão” da temporada.

O jogo segue com a mesma mecânica básica dos anteriores, no estilo point-and-click de interação com o cenário e escolha de diálogos. Porém fica a sensação que nesse segundo capítulo as possibilidades de interagir e explorar estão mais restritos, possivelmente em razão do ritmo mais direto desse segundo episódio. Os quick time events continuam tentando agregar o fator ação, mas em vez disso só conseguem transmitir repetição e falta de inspiração nesse fator. Outras pequenas falhas como queda de frame rate e pequenas travadas seguem presentes, mas não atrapalham na experiência.

O foco de Walking Dead são os personagens, cada um deles possui uma personalidade distinta, marcante e complexa. Mesmo quando são brevemente apresentados e tendo pouco tempo em cena eles conseguem deixar a sua contribuição. As escolhas do jogador dessa vez passaram a causar ainda maior impacto no desenrolar da trama, inclusive em questões de qual personagem irá morrer e qual sobreviverá.

Mesmo as situações não sendo tão inovadoras como as da primeira temporada, o roteiro e a construção dos personagens são realizadas de modo excepcional, conseguindo manter a atenção do jogador do início ao fim. E o final desse segundo capítulo cria ainda mais expectativa para a terceira parte, porque agora sim parece que todos os personagens e ambiente estão prontos para um derradeiro momento.

Confira aqui a crítica do espisode 1

Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0
comentários
 
Deixe uma resposta »

 

Deixe uma resposta