0 comentários

Sony, Shenmue e o abuso do Kickstarter

by on junho 16, 2015
 

Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Kickstarter é o maior site de financiamento coletivo (“crowdfunding”) do mundo e que busca apoiar projetos inovadores. O Kickstarter é uma ótima plataforma virtual para angariar dinheiro e interesse para projetos sem a verba de uma grande empresa. É nesse site onde surgem oportunidades para pérolas como o game indie Shovel Knight e Crypt of the NecroDancer. Lá também é possível ver o ressurgimento de grandes mestres de outrora como Keiji Inafune, um dos criadores de Mega Man e agora pai de Mighty No. 9, e Koji “Iga” Igarashi, criador do conceito de Metroidvania e pai de Bloodstained, ambos tendo uma segunda chance de conceber novos jogos e franquias. Tudo graças ao dinheiro dos fãs. Bacana, né? E agora Kickstarter vai ressuscitar sonhos antigos. Vem aí o esperado game Shenmue III, a continuação dos cultuados Shenmue 1 e 2 (do falecido console à frente de seu tempo, o Dreamcast), que a maioria dos gamers finge que gosta mesmo não tendo comprado uma mísera cópia desses clássicos.

Ontem, durante sua apresentação da E3 2015, a Sony fez algo no mínimo questionável. O lendário Yu Suzuki, projetista e produtor de games da Sega, responsável por Virtua Cop, Virtua Fighter, Shenmue e outros fantásticos games, está há séculos tentando lançar Shenmue 3… até aí nenhuma novidade. E o que a Sony fez? Patrocinou o jogo? Mais ou menos. Ao invés de apostar no projeto, passou a responsabilidade do mesmo acontecer aos fãs. Financiando apenas uma parte do game, a Sony, uma empresa que movimenta bilhões de dólares, não bancou Shenmue III por completo e só vai investir o resto da grana caso o Kickstarter do mesmo dê certo. Claro que o jogo já teve seu financiamento garantido em menos de 24 horas, afinal, há muitas pessoas esperando por anos por essa continuação. Assim a dona da marca Playstation garantiu uma pesquisa de interesse de mercado de graça e tirou dos fãs parte da grana para financiar o até então duvidoso projeto. Isso abre um precedente de grandes empresas passarem parte do financiamento de jogos de nicho para os fãs e aumentarem ainda mais a margem de lucro em projetos desse tipo. O mais engraçado? É que vejo boa parte da internet celebrando esse acontecimento.

O orçamento do primeiro Shenmue foi de 47 milhões de dólares, um valor altíssimo para 1999. No entanto, hoje jogos “triple A” custam o dobro desse valor, então é claro que a Sony está injetando uma grana foderosa além dos 2 milhões de dólares pedidos no Kickstarter (vale lembrar que esse Kickstarter facilmente irá passar da faixa de 5 milhões, ou seja, dinheiro extra fácil para a Sony). Apesar de ficar feliz de Shenmue III estar ganhando forma, é uma pena que seja dessa maneira. Sony terá a exclusividade do jogo, palpitará sobre a concepção do mesmo e ainda vai ter uma grana extra garantida devido à grana dos fãs. Não será um projeto feito com liberdade criativa e paixão como é caso de Shovel Knight, FTL ou Hyper Light Drifter. Os jogadores estão pagando por uma “pré-pré venda”de luxo onde nem o criador terá a palavra final e a Sony ainda paga de bom moço e salvadora dos gamers. É esse o futuro do financiamento coletivo de jogos que queremos? A Sony já vai lucrar com esse jogo só no Kickstarter e vale lembrar que eles não têm compromisso nenhum em entregar o projeto. Kickstarter é uma doação com bônus opcional, não um investimento com contratos.

Claro que Shenmue 3 vai ser feito com esmero, é o primeiro dessa leva bizarra de parceria entre público/grande empresas. No entanto ele é o começo de um processo sem volta, de passar a responsabilidade para os fãs e de abusar ainda mais do bolso dos jogadores. Pessoalmente não vou financiar Shenmue III, sou contra um projeto feito dessa maneira. Resta esperar que eu esteja sendo paranoico e isso seja um caso isolado, no entanto duvido muito. Espero que você, caro leitor, também não dê dinheiro para Sony nesse Kickstarter. Eles poderiam muito bem bancar esse game sozinhos se quisessem. De qualquer modo, Final Fantasy VII Remake vem por aí e tudo está certo no mundo…

Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0
Seja o primeiro a comentar!
 
Deixe uma resposta »

 

Deixe uma resposta