11 comentários

Quem estava certo no final do jogo The Walking Dead Season 2 da Telltale? SPOILERS!

by on setembro 27, 2014
 

Compartilhe!Share on Facebook25Tweet about this on TwitterShare on Google+0

Bem, essa matéria terá SPOILERS, muitos spoilers dos games “The Walking Dead Season 1” e “The Walking Dead Season 2” da Telltale Games. Obviamente. Leia por sua conta e risco. Ah, e confira nossas críticas sobre cada episódio dessa saga gamísitca da Telltale, clicando AQUI. Ok então… Preparado? Vamos lá.

Antes de tudo, é bom falar que a série de jogos point and click da Telltale é um primor na narrativa e em envolver os jogadores em situações tensas. A primeira temporada do game Walking Dead foi perfeita em quase todos os aspectos. Com um personagem principal forte e marcante, Lee Everett, e um elenco de apoio bem desenvolvido (Carley, Christa, Kenny, Larry e outros), tendo como destaque a relação paternal entre Lee e a jovem Clementine. A segunda temporada é bem inferior à primeira. Claro que ainda temos uma história forte e situações polêmicas, com escolhas difíceis, mas a pouca exploração de áreas que havia no Season One praticamente sumiu nessa nova temporada. Sem contar que os coadjuvantes (tirando o Luke, a Jane, o Carver e o Kenny) são extremamente rasos e mal desenvolvidos, e dependem fortemente que uma criança, Clem, a nova protagonista, tome as decisões e resolva tudo por eles. Mas a Season Two tem um desconto devido a sua poderosa sequência final, com uma decisão impactante e vários possíveis desfechos. Então, quem estava certo? Jane, Kenny ou nenhum dos dois?

Apesar dos pesares, Jane estava certa, ou melhor, menos errada. Os fãs de Kenny tendem a demonizar a garota com o argumento que ela levou o redneck ao limite, que se não fossem as ações dela, o cara estaria estável. Vamos analisar a situação então. No episódio final da Season 2, “No Going Back” ele é agressivo com o grupo quando eles mostravam qualquer discordância com seus planos, chegando ao ponto de incentivar Mike e Bonnie a abandonarem Clementine e um recém-nascido, devido ao perigo que Kenny representa. E mesmo Arvo, que não merece confiança, o cara abusa do sujeito além do necessário, praticamente justificando o tiro que o rapaz desfere mais para o final do episódio, independente de suas ações. E o passado de Kenny então? No primeiro episódio do S01, o bigodudo salva o filho dele (Duck) dos zumbis, mais que compreensível, entretanto, ele nem tenta te ajudar a salvar Shawn Greene, mesmo quando Duck já esta fora de perigo. No episódio 2 o cara pira quando se você se negar a ajudar a matar o Larry, e para completar o sundae de merda, o cabra te abandona na hora de enfrentar Danny. No terceiro episódio Kenny tem perdas terríveis, e a morte de seu filho e de sua mulher, o que ajuda a criar uma empatia com o personagem, contudo o torna ainda mais instável. Já no quarto episódio da Season One, Kenny te incentiva a deixar Ben cair da torre, claro que Ben é um merdeiro (responsável indireto pela morte da família de Kenny inclusive), mas a solução do bigode é matar o que incomoda, o que é uma péssima atitude para se viver em sociedade. E há uma grande chance de Kenny não querer ir com Lee na busca por Clementine, ele só irá com 100% de chance se você concordou com ele todas as vezes, o que é complicado até para os maiores adoradores do sujeito. Em suma, o cara começa como um sujeito até amigável e leal, mas ele exige concordância total e se torna cada vez mais desequilibrado e violento.

E Jane? Ela é uma pessoa solitária e fechada no começo, uma jovem que teve muitas perdas, inclusive de sua irmã mais nova, Jaime. Ela quer ficar longe do grupo (e nunca escondeu isso) e pensa na sua própria sobrevivência. Entretanto, Clem acaba a fazendo lembrar-se de sua irmã. Apesar de ela abandonar o grupo no final do quarto episódio da S02, logo ela volta arrependida e salva o grupo dos russos. Ela é antissocial, mas salvou o grupo em diversas situações. Mas, o mais importante, mesmo quando Clementine tomava uma decisão que ela não concordava, ela respeitava. Vide a situação com Sarah, por ela era melhor abandonar a garota, mas se Clem não concordar, Jane ajuda a salvar a moça. Kenny te força decisões garganta abaixo, atira em Carver , não importa se você pedir o contrário, te coloca o walkie talkie mesmo sendo argumentado que é melhor o Mike levar… É do jeito dele ou de jeito algum. Jane é uma pessoa cheia de erros querendo se tornar alguém melhor. Kenny é uma pessoa que começou com boas intenções, mas pirou de vez e justifica todas as suas ações sendo pelo bem dos outros. Mesmo se outros não quiserem esse bem.

NGB_Kenny_VS_Jane_8

A situação Kenny vs Jane se agrava depois que Clementine toma um tiro de Arvo. Obviamente eles são os únicos que sobraram que realmente se importam com a garota. Sobre isso não há dúvidas. Quando a Clem está acordando no carro, ainda meio grogue devido ao tiro, é possível ouvir os dois discutindo qual é o lugar mais seguro de ir. Kenny xinga Jane, insiste em um lugar que nem sabe se existe (ok que nesse caso ele estava certo, mas ele é cheio de planos mirabolantes, tipo o barco sem muita gasolina na S01), enquanto Jane quer levar Clem para ser tratada em um local onde eles sabem que há mantimentos e existe, a ex-base de Carver. E o ápice do conflito entre esses personagens ocorre quando Jane esconde AJ e dá a entender que o bebê morreu. Uma ideia de merda, com certeza, mas vamos lá.

Jane bola um plano arriscado para tirar Clementine de perto de Kenny, pois o sujeito é um perigo para si e para todos próximos dele. E bem ou mal, Clementine ainda é uma criança. Jane redescobrindo o sentimento de se importar com os outros, arrisca sua própria vida nesse plano maluco. A morte de AJ é um cenário bem possível em mundo apocalíptico tomado por zumbis, por mais terrível que isso seja. Kenny, que já tinha adquirido um apego doentio ao bebê, nem escuta o que a moça tem a dizer, e já vai com a intenção de matar a jovem só por ela ter aparecido sem o nenê. E ele faria isso com qualquer um, até Clem, só ver a reação que o doido teve quando Clementine tentou salvar Sarita, mas não conseguiu. Kenny não tenta ouvir Jane, descobrir o que aconteceu, ele automaticamente tenta mata-la. E se ela realmente tivesse perdido o bebê acidentalmente? Ele a teria matado só por raiva. Nem Jane com seu plano mongol previa que o sujeito caolho iria enlouquecer tanto.

Jane sempre declarou que queria ficar sozinha e mesmo assim ajuda os outros. E depois mostra que quer ser uma pessoa melhor pelo bem de Clementine. Pô, ela é a única que vai direto aquecer a Clem depois que ela cai no lago congelado. Ela não é uma pessoa realmente boa, mas quer ser uma pessoa melhor. Ela esconde o AJ bem perto da cabana, dentro de um carro fechado, tanto que você escuta os choros do bebê rapidamente em dos finais que Kenny fica vivo. Deixar um bebê sozinho é uma decisão estúpida, mas criar ele com um psicopata é uma decisão ainda mais imbecil.

Todos os finais possíveis de The Walking Season 2

Jane é pragmática, mas não é sem coração. Quem fala que ela teria matado o bebê só para provar que tem razão, ignora o comportamento da garota no jogo e esquece que ela não previa que Kenny iria tentar mata-la. Kenny era, infelizmente, muito instável. O próprio entende que Clem teve que mata-lo se você realizar esse ato. Então Jane fez um plano arriscado que poderia colocar a segurança de AJ em risco. Consequentemente a melhor decisão é abandona-la e colocar Clementine sozinha com o recém-nascido AJ? Não. Jane não teve a melhor ideia de todas, mas sente remorso, algo que falta em Kenny na segunda temporada dos games, e pede perdão. E é difícil perdoar a garota? Sim. Porém ela é jovem e disposta a mudar, Kenny nunca mostrou esse desejo, é um velho convencido de que sempre está certo. Sem contar que deixar Clementine sozinha no mundo com um bebê é uma decisão estúpida. Ela não sabe dirigir, muitas vezes que ficou sozinha quase morreu e criar neném já é tenso para adultos, imagina para uma criança então. Clem é foda, mas nem tanto. E Jane, acima de tudo, sabe como sobreviver nesse mundo apocalíptico.

E para finalizar, caso você opte a perdoar Jane, Clem, ela e Alvin Jr voltam para Howe’s Hardware, antiga base de Carver. Lá uma família pede para entrar no local. Jane é contra a eles se juntarem a você, mas se Clem falar que deseja que eles se unam ao trio, Jane aceita rapidamente e fala que ela que manda. Novamente, Jane não é a opção ideal, mas nesse mundo tão errado, ela é melhor opção e é uma pessoa melhor do que Kenny.

 

Compartilhe!Share on Facebook25Tweet about this on TwitterShare on Google+0
comentários
 
Deixe uma resposta »

 
  • Arroz
    setembro 27, 2014 at 11:34 pm

    Concordo que a melhor opção para Clem é a Jane, mas fiquei com o coração partido de ter que matar Kenny, e esse é o melhor desse jogo. Não o fato de matar pessoas que gostamos e sim de termos que tomar difíceis decisões para sobreviver. Achei o fim desta temporada emocionante, um tanto mais do que a primeira, mas “deixar Lee para trás” doeu mais.
    Ótimo post o de vocês!

    Responder

  • setembro 28, 2014 at 9:46 am

    Vou concordar com seus pontos, apesar de gostar bastante do Kenny, pelos motivos que você citou no post. No final, acabei ajudando a Jane, mas abandonei ela. Por mais que ela tivesse razão, utilizar “qualquer meio” para provar seu ponto não condiz com o que a Clementine acredita desde a Season 01.

    Em nenhum momento a garotinha aprovaria chegar ao extremo apenas para se salvar, todavia, Jane pode ter as melhores intenções só que se mostra uma pessoa sempre disposta a lhe abandonar caso as coisas não sejam 100% seguras.

    Senti muito a traição da Bonnie, e achei que o teríamos Jane & Luke vs Kenny & Bonnie. Apesar de todas as opções de final, fiquei sentindo olhando todos. No fim das contas, acho que o final mais honesto realmente foi o que escolhi. Espero que não tenha uma Season 03 direcionada para a Clem, ela já contribuiu para a história mais do que devia.

    Responder

  • luk
    setembro 29, 2014 at 12:30 am

    Com certeza a melhor decisao foi ficar com a Jane, apesar dela ter os seus defeitos, com certeza vai ser mas seguro para a clem e para o AJ fucar com ela do que com o Kenny ou com um bando de estranhoss em Wellington. kenny era um bom personagem mas depois q a Sarita morreu ele virou uma ameaça para todos.

    Responder

  • Anônimo
    maio 25, 2015 at 10:35 pm

    Cara,é horrível você matar alguém que você conviveu toda a season 1,mesmo com seus problemas,eu não teria coragem de matar Kenny,seria demais pra mim,o cara pirou,isso todos sabemos,mais quem continuaria bem após perder uma família?,e ainda quando consegue novamente uma perde denovo!.O cara ficou frio,e com razão,eu acho que ele ainda pode mudar se houver uma season 3,eu não o mataria,ele tem seus problemas,mais eu confio ainda mais nele doque em Jane.

    Responder

    • Zero
      setembro 5, 2015 at 1:12 am

      Eu jamais mataria o Kenny. Depois de tudo que ele passou, de tudo que aconteceu com ele. A Clementine é a única coisa que ele ainda tem na vida. Minha opção foi não fazer o nada e deixar ele matar a Jane, ainda mais que a Jane é irresponsável e não liga pra ninguém a não ser ela mesma. Ela foi capaz de esconder o AJ só pra deixar o Kenny desesperado e forçar a briga.
      E, ainda assim, o Kenny mostra ser uma pessoa boa se você escolher ficar com ele, quando chegam em Wellington, ele se sacrifica para poder deixar as crianças (Clem e AJ). E o final vira uma choradeira, com a escolha de você deixar ele e dar um futuro pro AJ nessa “comunidade”, ou seguir com ele.
      Sei lá, eu sempre costumo defender o Kenny, pois vai saber o que passaria na cabeça de uma pessoa presa a essa situação, tendo perdido o filho, a mulher dele tendo se matado, e quando tu parecia estar bem de novo, ele tendo a Sarita, o pior acontece mais uma vez.

      Responder

      • ana
        janeiro 15, 2016 at 9:13 pm

        Eu vim nesse post justamente pra defender o Kenny e você já fez isso por mim, parece que as pessoas esqueceram do que o Kenneth (presumo que esse deve ser o nome real dele) passou na primeira temporada, perder esposa e filho… isso não é atividade corriqueira, a Jane deixou a própria irmã pra morrer, não entendo como parte dos jogadores/telespectadores defendem ela, se o Kenny é instável, Jane é dissimulada, mentir sobre a morte de uma criança pra provar que o Kenny ”era louco”, nossa… se as pessoas respondem ”família” quando o Luke pergunta pra Clem qual é a coisa mais importante do mundo e no final atiram ou abandonam o Kenny, essas pessoas não deveriam nem jogar TWD.
        ”No!, we’re leaving! All of us, Together!”

        Responder

  • Roberto Gilnei Jr.
    dezembro 13, 2015 at 11:57 am

    Respeito o seu ponto de vista, mas o Kenny é uma das poucas, senão a única personagem, que a Clementine poderia confiar 100%. Nem mesmo o Lee era confiável, pois o cara matou uma pessoa só porque foi traído pela mulher! O Kenny teve que lidar com perdas constantes no jogo e, mesmo assim, abraçou uma criança e um bebê como se fossem seus. O amor dele pela Clementine e pelo Alvin Jr. era verdadeiro. Ele seria capaz de se sacrificar pelos dois.
    E o Arvo, convenhamos, apanhou até pouco. Por causa dele, o Luke acabou morrendo. Baleou a Clementine mesmo quando ela baixou a arma. Pena que acabou não sendo morto. O Kenny estava certo sobre ele.

    Responder

  • Silvio
    janeiro 16, 2016 at 1:48 pm

    Sem duvida …..Minha escolha foi ficar com Kenny

    Responder

  • Leementine
    março 22, 2016 at 8:47 am

    Eu acabei deixando o Kenny matar ela,depois disso acabei atirando nele pois ele ja tava pirando…tomei essas decisões no susto,mais depois achei que tinha feito o melhor apesar de achar que deixar uma criança cuidar de um bebê seja uma coisa louca.

    Responder

  • JAC9090
    setembro 21, 2017 at 9:31 pm

    Sei que tem muito tempo esse texto. E inclusive já saiu a terceira temporada. Mas concordo perfeitamente, as pessoas só veem o lado positivo do Kenny e negativo da Jane.

    Responder

Deixe uma resposta