0 comentários

Aberturas inesquecíveis dos desenhos animados

by on novembro 18, 2014
 

Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0

As apresentações de modo geral têm sempre como proposta mostrar rapidamente, a temática geral do show e os personagens principais. Na maioria das vezes, para uma apresentação ficar sensacional precisa-se de dois elementos: uma música tema empolgante e cenas de ação marcantes. Algo bem simples, certo? Porém, assistindo várias introduções, fica nítido que nem todos os desenhos conseguem executar tais trabalhos com o mesmo nível perfeição, e às vezes pequenos detalhes fazem toda a diferença.

Destaco que procurei manter o conteúdo original das obras (músicas em inglês – exceto em um caso) e também limitei as primeiras versões das apresentações, pois algumas séries contaram com variações ao longo de suas temporadas. E sim, o fator nostalgia pesou novamente nas escolhas, o que explica o grande número de desenhos dos anos 80-90. E como a lista de melhores lutas dos desenhos animados, restringi a apenas aberturas de animações americanas, ou seja, nada de animes. Confiram agora cinco apresentações inesquecíveis:

ThunderCats

Criado por Tobin “Ted” Wolf, ThunderCats estreou em 1985 nos Estados Unidos. O desenho tinha um fato curioso, enquanto o roteiro era americano, a animação foi feita por um estúdio japonês. Por aqui, a Globo passou quase toda a animação, todavia a quarta temporada só foi transmitida anos depois pelo SBT. ThunderCats também foi exibido nos canais de TV por assinatura Cartoon Network e Warner.

Mesmo com uma letra curta e a repetição do título várias vezes, a abertura de ThunderCats é sem dúvida uma das mais marcantes graças ao ritmo acelerado da parte instrumental. A série ganhou tanta fama que divide espaço com outros clássicos da época como G.I. Joe, Transformers e etc. É uma lástima que a nova versão do desenho lançada em 2011 (durou apenas uma temporada) nem tenha uma apresentação… contudo, alguns fãs fizeram trabalhos interessantes usando a música tema original, confira uma delas aqui.

X-Men

Os mutantes da Marvel já existiam desde os anos 60, mas o desenho dos X-Men de 1994 foi o responsável por formar toda uma geração de leitores dos heróis aqui no Brasil. Tomando como base o visual criado por Jim Lee nas revistas dos anos 90, a animação adaptava diversos arcos importantes da historiografia dos personagens. A série foi exibida pela Globo, que fez um “excelente trabalho” cortando partes de vários episódios – depois também passou na Fox Kids/Jetix e atualmente está no catálogo da Netflix. Recentemente a Marvel anunciou uma revista inspirada nesse desenho.

x2

E quem diabos era esse bicho verde com cabeça rosa do lado do Pyro?

Com um ritmo acelerado e crescente, a música tema prende a atenção do espectador enquanto mostra várias cenas de ação com os mutantes. A abertura de X-Men é uma daqueles que mesmo depois de já tê-la assistido diversas vezes e impossível não querer vê-la novamente.  No Japão a série teve aberturas exclusivas que usavam os visuais do desenho, porém era nitidamente voltado ao estilo anime – com direito a cenas clichês. Outra curiosidade foi um episódio piloto feito nos anos 80 que trazia outra formação da equipe. O nome desse piloto esquecido? Pryde of the X-men (Sim por conta da Kitty Pride).

Batman: The Animated Series

Batman completou 75 anos e um dos pontos mais altos da carreira do homem morcego foi com certeza a animação de 1992 feita por Bruce Timm. A série foi aclamada pela crítica e pelos fãs, devido a roteiros inteligentes e um estilo artístico único, sendo inclusive a rocha fundamental de todo o DC Animeted Universe – que depois deu origem às séries do Superman, Liga da Justica, etc. No Brasil coube ao SBT exibi-la nas manhãs de domingo.

De todas as aberturas selecionas, essa é sem dúvida a mais artística e fora do padrão. A animação diferenciada da série fica evidente logo na abertura, usando muitas sombras, traços retos e ar noir inconfundível. Isso combinado a músicas instigantes que remetem bastante as dos filmes de Tim Burton e de clássicos como Drácula de 1931. Confira também uma versão live action dessa abertura. E para finalizar uma compilação de várias aberturas das séries do morcego.

Teenage Mutant Ninja Turtles

As Tartarugas Ninja se tornaram uma febre graça ao desenho de 1987, todavia a origem do quarteto veio antes em uma série de HQs undergrounds no início dos anos 80, criadas por Kevin Eastman e Peter Laird. Diferente das revistas, que tinham violência e bizarrices, o desenho apostou em ação e piadas, e com isso durou impressionantes 10 temporadas. No Brasil a animação foi exibida pela Globo durante vários anos.

Um ritmo animado e uma letra longa e fluída, a abertura consegue descrever os personagens principais, exibir cenas de ação e ainda arruma espaço para fazer comentários internos em uma segunda voz… só me pergunto até o hoje o porque do “half-shell”. De uma forma ou outra, não é fácil fazer tudo isso ao mesmo tempo e ainda manter a qualidade. Para mais material das Tartarugas (e momentos humilhantes) leia a nossa retrospectiva dos piores momentos das Tartarugas Ninja – Parte 1 e Parte 2.

DuckTales

Duck Tales, os Caçadores de Aventuras, começou a ser produzido pela Disney em 1987, tomando como inspiração as clássicas histórias escritas por Carl Barks – o Homem dos Patos, nomeado em referência ao seu importante trabalho com esses personagens. A animação foi uma das mais famosas e longas do estúdio e foi exibida durante vários anos no Brasil pelo SBT. Atualmente é possível assisti-la no canal a cabo da Disney.

Mesmo sendo um dos casos em que a apresentação é apenas uma compilação de cenas dos episódios, aqui a música tema se destaca a tal nível e combina com tanta perfeição que nem nos importamos. A versão brasileira tomou certas liberdades na tradução, perdendo algumas relações com as cenas, mas como mantiveram a parte instrumental e os trechos cantados ficaram tão bons quanto os originais o resultado final permaneceu incrível. Melhor que isso só se tivesse patos de verdade

Gostou da seleção? Eu iria colocar também a abertura do Megaman, entretanto o desenho era tão ruim que acabei deixando de “fora” no final das contas. Ficou faltando a sua apresentação favorita? Poste nos comentários abaixo qual é ela e porque merecia estar aqui.

Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0
Seja o primeiro a comentar!
 
Deixe uma resposta »

 

Deixe uma resposta